5 dicas para não cometer os erros mais comuns entre os web designers

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Você já se perguntou se é um web designer que comete muitos erros? E você sabe quais são os erros mais comuns nesta profissão? Não?! Veja abaixo as 5 dicas para não cometer os erros mais comuns entre os web designers!

Erros comuns

1- Estude as novas tendências

Se você pensa que a necessidade de estudar já acabou depois de fazer 1 ou 2 cursos, você está muito enganado. Novas tecnologias surgem todos os dias e junto com elas, precisamos estudar cada vez mais para não ficarmos para trás. Se você estudar e nunca usar, pense: Conhecimento nunca é demais.

2- Use as cores da identidade visual do seu cliente

Quando você for produzir um layout para um cliente que já possui identidade visual e a mesma já foi devidamente passada para você, evite fazer o site com cores super diferentes. Não faz sentido você ter um logo preto, vermelho e branco e o resto do layout em azul e amarelo.

3- Use os efeitos moderadamente

Até pouco tempo atrás, todos os elementos de algum trabalho que eu estava a realizar, haviam efeitos super "pesados". O erro está que o efeito é para ser "especial", ou seja, deve ser usado em algo que deve chamar mais atenção, sendo o efeito leve e algo para dar um destaque, como se fosse a cereja do bolo.

4- Mantenha um padrão na tipografia

Qualquer site que possui mais de 3 estilos de fonte, causa uma confusão visual ao seu leitor, além de que a fonte faz parte de toda a identidade visual. Assim se você usar várias fontes irá fazer com que o layout fique um pouco descaracterizado e bagunçado.

5- Não crie layouts do seu gosto

Por mas não menos importante, este erro é um dos mais comuns entre todos nós, na hora em que vamos produzir um layout, fizemos algo que nos agrade. E se você pensa que o layout deve ser produzido apenas para que o seu cliente goste, também está redondamente enganado. Para definir quem é que precisamos agradar, precisamos fazer apenas uma pergunta: Quem é que "consome" o nosso site? É o USUÁRIO, então é para ele que precisamos fazer o layout, logo, estude o público alvo do seu cliente que o seu layout será extremamente útil.

Espero que este post seja útil e agradeço a leitura de todos até aqui! Muito obrigado e até breve.

Sobre o autor

Nathan Almeida

Trabalho como diretor de arte e gerente de projetos de uma das maiores agências da região sul. Gosto de compartilhar conhecimentos e de produzir conteúdo para internet. No blog de consultoria eu sou o redator/editor dos vídeos.

Comentários

Atualmente temos 2 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Daniel Hequer comentou em

    Oi Nathan Vieira, como de sempre dando boas dicas para quem precisa. Gostei do post, a proposito estou fazendo um site para minha escola onde já cloquei mais de 3 tipos de fonte, vou retirar já, agora com relação ao loyout é que como podemos estudar o publico alvo, neste caso são os internautas (alunos e encarregados de edução ) que irão acessar o site.

    Responder

Deixe seu comentário